domingo, 14 de dezembro de 2014

ARGENTINA - PARTE II


Depois de ter dormido no máximo duas horas, o café da manhã no hotel foi típico brasileiro, pães, frutas, suco, café, comi rapidinho e fiquei esperando o ônibus pra fazer o city tour (incluso na pacote). 

Fomos na casa rosada, que é a sede da presidente, Praça 25 de Mayo, Recoleta e Teatro Colon, tirei algumas fotos.

Passamos em frente ao estádio do Boca Juniors e seguimos para Caminito, que é uma rua cheia de lojinhas coloridas e restaurantes, as quais as mesas ficam na rua e tem diversos palcos para os artistas dançarem tango enquanto os turistas comem e fazem compras.
A última parada do city tour foi a feira de San Telmo que acontece somente aos domingos e é gigantesca, ótima para fazer compras! Nisso aconteceu a primeira mancada da agência, eles realmente nos largaram lá e o ônibus foi embora, fiquei feliz pra caramba, pois não fazia ideia onde estava e consequentemente não sabia se tinha dinheiro pro táxi, todo mundo ficou perdido, então eu entrei numa lanchonete pedi um lanche de chorizo e a senha do wifi, entrei no google maps que sempre me salva e localizei o hotel, como queria ir curtindo o caminho decidi voltar a pé, mesmo me arrependendo 10 minutos depois porque era longe pra caramba.


    Chegando no hotel o Pimmy me chamou pra fazer alguma coisa no horário de almoço dele, como já tinha comido e estava cansadíssima ele falou que iria me levar num lugar pertinho e que ele sempre ia.

Chegamos no final da rua e fiquei pensando, O QUE É ISSO??? Ele tinha me levado numa mercearia, lá no fundo tinha uma portinha e ele falou vamos por aqui, achei super estranho mas fui no final das escadas tinha um pub super legal com as paredes de vidro com vista pra rua e umas mesas, com música ambiente, enfim, adorei o lugar, ai ele desceu, pegou umas cervejas e fanta laranja, novamente achei estranho pois ele colocou metade do copo de cerveja e metade de fanta, então perguntei qual era o problema dele?! kkk de misturar refrigerante com cerveja, ele disse experimenta depois se fala alguma coisa... então meia receosa fui la e tomei e não é que fica SENSACIONAL?? Adoreeeei como a Quilmes é muito amarga a fanta da uma quebrada e fica muito bom. Ficamos conversando sobre as diferenças de cultura, principalmente nas baladas, pois lá o pessoal é muito direto, não tem conversa, é comum fumar dentro das baladas e que ele particularmente não gosta de comida brasileira como feijoada e brigadeiro. 



Voltamos pro hotel tomei um banho, me arrumei e vamos para a noite em terras argentinas.Desci uns oito quarteirões no salto alto e encontrei o pessoal no hostel, pegamos um táxi até o Hard Rock para encontrar o resto, porém como tinha muita fila todo mundo acabou indo embora, acabamos jantando numa cantina italiana que era muito boa. Como eu tinha dormido muito pouco e estava cansada, fui pra cama direto.

O dia seguinte foi um dos mais esperados por mim e mais polêmicos, fui no Zôo de Lujan, aquele que você entra na jaula dos animais, como tenho bastante assunto pra falar sobre ele futuramente irei fazer um post exclusivo.

Voltando do zoológico, fui com o Pimmy comer empanadas, que parece um pastel mas com a massa diferente nunca provei aqui no Brasil e gostei bastante, então tomei um banho e me arrumei para jantar e assistir o tango.
Existem diversos espetáculos, o Señor Tango é o mais popular, estilo Broadway, porém eu queria ir no mais tradicional, então escolhi o El Viejo Almacen todos tem um preço beeeem salgado, em média 600 pesos, mas como é uma atração turística eu fiz questão de ir. 


Nesse dia, ninguém quis ir comigo no tango, então fui eu e mais um casal que estavam no mesmo hotel. Chegando no restaurante, pedi brusquetta de salmão na entrada, bife de chorizo com batatas fritas e mousse de chocolate com frutinhas de sobremesa e para beber, vinho. Fiquei o jantar todo conversando com os dois e quando me dei conta tava explodindo de tanto comer e a garrafa de vinho estava vazia. 

Saindo de lá e fomos para o tango que era do outro lado da rua, nós três ficamos na mesma mesa e era open bar, o show foi lindo com apresentações de tango em duplas, grupos e música ao vivo.
Quando o show estava acabando o Clevs me mandou um whats pra irmos pra outro role, então encontrei ele e pegamos um táxi sem destino, conversando com o taxista ele nos indicou um pub chamado The Kilkenny, chegando lá pedimos uma cerveja que veio acompanhada de uma pipoca de microondas, uma combinação inusitada, estava no final do show de uma banda que tocava rock e já estavam fechando a casa, então o resto do pessoal falou para nos encontrarmos numa balada que eles estavam chamada Josephine, era bem pertinho então fomos andando. A balada era péssima kkkk, com umas músicas ruins, um pessoal estranho, ficamos um pouco e decidimos ir embora.



Depois de algumas horinhas de sono, era meu último dia em Buenos Aires, então acordei as 8 e decidi que iria no Café Tortoni, outro local que os turistas vão sempre, apesar de ter o preço um pouco salgado vale muito a pena conhecer.

Fui fazer algumas compras na Rua Florida, que é o centro comercial de BsAs, trouxe vinho, blusa, alfajor, bijouterias, etc... acabei encontrando o Clevs e ele queria passar em uma loja de doces chamada Smeterling Patisserie, eu não fazia ideia do que se tratava, mas quando cheguei MEU DEUS DO CÉU, engordei 5 kg só de olhar, um doce mais apetitoso que o outro kkk, o lugar é pequeno e simples mas totalmente encantador, depois de sofrer muito até escolher um só, comemos e fomos para a penúltima parada.


Como sou apaixonada por livros esse lugar acabou se tornando muito especial na viagem, é chamado Livraria Ateneo, é uma loja dentro de um teatro são diversos títulos e nos camarotes você pode sentar pra ler, fiquei encantada pelo lugar e no palco tem um pequeno restaurante.

Minha última parada foi o shopping Galerias Pacífico, demos uma volta, pois já estava quebrada e não tinha mais dinheiro pra gastar, tomamos um sorvete pra acabar de enfiar o pé na jaca depois de comer tanta coisa boa e fui pro hotel arrumar as malas.

As considerações finais: táxi é muito barato, porém com muitos motoristas "espertinhos", todo muito foi super bem receptivo e a comida é a melhor que já provei na vida.




quinta-feira, 27 de novembro de 2014

PRIMEIRA VIAGEM SOZINHA - ARGENTINA

Essa semana eu estava pensando em como as pessoas tem a "necessidade" de estar com outras em muitos momentos da vida, inclusive em viagens. Quando você fala para alguém que está indo viajar sozinha, elas tem duas reações diferentes: ou a pessoa sente pena de você, achando que você não tem companhia ou ficam espantadas pela sua coragem e determinação como se fosse um desafio gigantesco viajar sozinho, porém o que essas pessoas muitas vezes não aceitam é que é uma opção minha viajar assim e existem inúmeras razões para isso:
  1. Você faz seu próprio horário, dorme o quanto quer, vai para onde quiser e faz o que tiver vontade, independente de qualquer pessoa;
  2. Quando você viaja sozinho, é muito mais fácil fazer amizades e arrumar companhias para os passeios e baladas, você não fica limitado a ninguém então até em fila de banheiro se pode arrumar amigo;
  3. Quando você volta de viagem você conta o que quiser para quem quiser, não tem aquele amigo que vai fofocar coisas desnecessárias.
  4. Você amadurece muito, pois qualquer tipo de decisão depende somente de você.
Enfim, não vou listar todas se não o post vai ser só sobre isso. A minha primeira trip sozinha fui para Buenos Aires, fiquei quatro dias e como era a primeira eu acabei tomando algumas "medidas de segurança" pois não tinha ideia de como seria.

Primeiro fechei a viagem com agência de turismo, com passagens, hotel single room e a possibilidade de fechar alguns passeios lá no hotel, por ser a primeira foi melhor assim, porém hoje vejo o quanto é melhor fechar tudo por conta e ficar em hostel (num próximo post eu explico o porquê), além disso me inscrevi no site mochileiros e conheci um pessoal que iria viajar na mesma época e destino que o meu, então montamos um grupo no whatsapp e começamos a combinar de se encontrar lá.

Eu viajei dia 18 de abril de 2014 e a ficha caiu só quando eu entrei no Duty Free, veio aquele frio na barriga e o pensamento CARACA eu realmente estou viajando sozinha.

Fui de Qatar e adorei, banco razoavelmente espaçoso, janta boa porém, todos os funcionários falavam só inglês, então dei aquela ajuda pro casal de velhinhos que estava do meu lado e ficamos conversando a viagem toda.

Devido ao tráfico aéreo, o voo demorou um pouco e como tinha combinado de encontrar o pessoal do fórum já sabia que ia me atrasar, então peguei minhas malas correndo, encontrei o transfer da agência e ele me levou direto para o hotel D'Artist.

Chegando no hotel, fiz o check-in, tomei um banho correndo, larguei as malas no quarto e voltei a recepção para perguntar a senha do wifi, pra encontrar o pessoal, eis que a internet não estava afim de funcionar então, um guia argentino do hotel chamado Pimmy me perguntou se eu sabia onde alguém do grupo estava hospedado, lembrei que algumas pessoas estavam num hostel chamado Che alguma coisa, porém pesquisando na internet existiam uns oito com o mesmo nome, ele disse que estava indo pra casa dele aquela hora e se quisesse uma carona ele me deixava no hostel mais próximo, entramos no carro e chegando no hostel perguntei pro atendente se tinha alguém com aqueles nomes hospedado lá, mas não tinha, então quando voltava derrotada para o carro com o pensamento de vou dormir, eis que um wifi surge do nada, fiquei pregada no lugar q tava tentando fala com alguém, até que me falaram que estavam no restaurante Brasas Argentinas em Puerto Madeiro e era pra eu ir pra lá que me esperariam, então sai correndo pro carro e falei pro Pimmy que poderia ir embora e iria pegar um táxi até o restaurante, ele muito amigão mesmo, falou que sabia onde era Puerto Madeiro e me deixava lá, só que eu teria que me virar pra acha o lugar q ele já estava atrasado kkkk, falei OK amigão, Vamos lá!! 

Como diz minha mãe quem tem boca vai a Roma, chegando em Puerto Madeiro comecei a perguntar até achar o restaurante, parando para observar a ponte linda que tem lá.
Quando cheguei no restaurante, cansada e adrenalina a mil de andar sozinha pelas ruas e estar perdidassa, foi fácil encontrar o pessoal pois eram a mesa em maior número e os que falavam mais alto, kkk (Brasileiro é facinho que encontrar em qualquer parte do mundo)


Esperamos todo mundo jantar e partimos para primeira noite em BsAs, pra começar com o pé direito pegamos vips na balada Terrazas del Este e como fomos em bastante gente o táxi não deu nem 10 reais para cada um, numa corrida de 40 minutos. (táxi é absurdamente barato).

Chegando lá a balada era bem grande com ambientes de Reggaeton e Eletrônica.
Nunca tinha escutado Reggaeton fiquei chocada na balada, é pior que funk, a galera dança alucinadamente, mas enfim, o ritmo é muito legal. Outra novidade da noite foi uma bebida chamada Gancia parece um vinho que era misturada com suco de laranja e um gostinho apimentado no final, beeeeem gostoso.

Ficamos dançando a noite toda e quando fui perceber a galera toooooda tinha ido embora, sobrou eu, o Clevs e mais dois que tinham perdido dinheiro, chave e a dignidade kkkk, enfim peguei o táxi pra ir embora com o Clevs e quem disse que eu lembrava onde estava hospedada? kkkkkk.

DICA MUNDO: sempre andem com o endereço do seu hotel pois uma hora vai ser útil!
Depois de um sufoco, consegui chegar no hotel as 6h30 e dormi até as 8h pois não podia perder tempo em terras argentinas.
O próximo dia fica para o próximo post ;)

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

CURIOSIDADES

Esses dias eu estava lendo uma reportagem de um francês que escreveu algumas "curiosidades" que ele encontrou no Brasil, então eu como brasileira vou escrever algumas curiosidades que encontrei pelo mundo.
Não sei se os fatos citados são frequentes nesses países, porém todos foram vivenciados por mim.

  1. Na Argentina é comum tomar cerveja (Quilmes) com fanta laranja e é uma delícia.
  2. Na Alemanha ninguém pede seu ticket do trem ou ônibus e raramente existem catracas, mas caso algum fiscal passe e você não tem ticket, você recebe uma multa.
  3. Na Alemanha a cerveja é mais barata que água.
  4. Na Alemanha a bicicleta tem preferencial entre pedestres e carros.
  5. Na Alemanha os trens e metrôs são muito confusos, existem duas linhas circulares que conectam as estações e em vários trens eles seguem caminhos diferentes.
  6. Na Alemanha é comum você pedir água e o vendedor te dar água com gás, elas são muito populares lá.
  7. Na Alemanha crianças com 2 anos já comem sozinhas e com garfo, além disso, tomam sucos e chá no copo de vidro.
  8. Na Alemanha é muito caro para cortar o cabelo.
  9. Nos Estados Unidos as pessoas pedem desculpas por tudo, até mesmo quando você tromba sem querer nelas.
  10. Nos Estados Unidos em todo lugar tem refil de refrigerante, e mesmo assim, cada um acaba comprando seu copo, se você ver uma família com um copo para todo mundo pode ter certeza que não são americanos.
  11. Nos Estados Unidos, em algumas cidades o beijo na boca é sinal de relacionamento sério.
  12. Nos Estados Unidos as porções de comida são muito grandes, dá para no mínimo duas pessoas comerem um prato, porém os americanos pegam individual.
  13. Nos Estados Unidos os mercados são imensos e os produtos também são, é praticamente impossível acha um refrigerante de 250 mls unitário.
  14. Nos Estados Unidos existem algumas mochilas para crianças que vem com uma corda para os pais segurarem, então parece que a criança fica com uma coleira, como se fosse um animal de estimação.
  15. Nos Estados Unidos as mulheres tomam mais cuidado com as unhas dos pés do que com as das mãos.
  16. Nos Estados Unidos as mulheres deixam as unhas dos pés bem grandinhas e pintam como se fossem unhas artísticas, então é comum vermos uma bandeira dos EUA pintado no dedão do pé.
  17. Em Londres existem muitas lojas de produtos naturais, lá eles são muito preocupados com saúde.
  18. Em Londres o chá é fundamental para os britânicos, eles chegam a tomar quatro ou cinco vezes por dia.
  19. Em Londres é muito difícil achar restaurantes com rodízio.
  20. Em Londres as mulheres usam muito unhas de gel.
  21. Em Londres além do motorista sentar do lado direito do carro, o sentido de direção é oposto, então eu tinha que olhar umas 10x pra ver se não vinha carro porque é muito confuso.
  22. Em Londres existem trens e metrôs em todos os lugares, porém eles são bem sujos.
  23. Em Londres a maioria das baladas fecham as 2:00 a.m.
  24. Em Londres as crianças de 5 ou 6 anos já vão sozinhas de ônibus para a escola, inclusive atravessam ruas e são muito independentes.
  25. Em Londres as crianças utilizam aqueles uniformes antigos para irem para a escola, terno, saia, gravata, meias compridas e sapatos.
  26. Em Paris o trânsito é caótico, muitas ruas não tem faixas, então as pessoas usam o bom senso.
  27. Em Paris, os táxis tem uma luzinha que indica se existe passageiro (vermelho), ou não (verde).
  28. Em Paris existem muitos vendedores ambulantes, principalmente no Louvre e na Torre Eiffel.
  29. Em Paris os vendedores ambulantes, são espertinhos, eles dizem um preço do produto, ai se você faz uma cara de indignado e fala um WHAAAATS? (O quê??) eles reduzem o preço em até 5x.
  30. Em Paris a maioria dos carros são brancos e pretos e todos são obrigados a terem seguro.
  31. Em Paris também existem furtos no metrô, inclusive eu presenciei um.
  32. Em Paris quando há uma colisão entre carros, não há necessidade de boletim de ocorrência, em todos os carros há um ficha que é preenchida por ambos motoristas e depois o carro vai para a oficina, simples, rápido e eficiente.
  33. Em Paris eles comem bastante pato e é uma delícia.
  34. Em Mônaco existe 0% de pobreza.
  35. Em Mônaco o salário mínimo é 1500 euros.
  36. Em Mônaco o ultimo assassinato foi em 97, onde um bêbado esfaqueou o outro (de acordo com o guia)
  37. Em Mônaco, Ferrari é carro popular.
  38. Em Mônaco uma bola de sorvete custa em média 6 euros (Quase 20 reais).
  39. Na Itália a pizza é muito simples, com massa fina e molho de tomate, a pizza inteira é para uma pessoa e dá pra comer tudo tranquilamente.
  40. Na Itália, em algumas cidades, todo o comércio fecha das 11:00 a.m. às 2:00 p.m. para horário de almoço.
  41. Na Itália o gelato (sorvete) é muito popular e delicioso.
  42. Na Itália remédio para dor de garganta é drops de menta.
  43. Na Suíça é tudo absurdamente caro, paguei cerca de 60 reais num xburguer estilo de barraquinha daqui.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

EPCOT

Meu primeiro post será sobre o lugar que eu mais amo no mundo, Disney world!!

Como toda criança eu também sonhava em um dia ir para lá e aos meus 19 anos eu realizei, ao lado das pessoas que mais amo no mundo, os meus pais, como se não bastasse no ano seguinte repeti a dose com meu irmão e a minha cunhada.

Então em cada post vou contar sobre um parque, colocando também as minhas dicas, micos e sufocos.
Vou começar com um dos maiores parques porém com poucas atrações: EPCOT.




Ele é separado em duas partes, Future World onde ficam as principais atrações e World Showcase que são os pavilhões dos países.

Vou começar pelas atrações imperdíveis:


- Spaceship Earth: Esse brinquedo está localizado dentro da bola símbolo do parque, nele entram duas pessoas em cada carrinho que funciona como uma esteira e vai contornando e subindo pela esfera, dentro dele você escolhe seu idioma e acontece uma narração sobre a evolução da tecnologia, mostrando diversos bonecos animatrônicos o destaque dessa atração é quando o carinho se posiciona no topo da esfera com uma projeção linda do planeta Terra, depois você responde algumas perguntas no painel e na descida do carrinho irá aparecer uma animação sobre seu futuro. Nesse brinquedo é comum ele parar no meio da atração, isso porque como ele é uma esteira continua, sempre que algum portador de necessidades especiais precisa entrar no brinquedo eles param tudo para fazer isso, então se você estiver lá no meio não se desespere, normalmente é rapidinho.


- Test Track: Reformado recentemente, durante a fila você projeta seu carrinho que durante o percurso do brinquedo ele mostra qual é o mais eficaz entre as pessoas que estão com você no brinquedo, são 6 pessoas entram num carro que passa por diversos testes como freadas, curvas, temperatura e de velocidade, correndo numa pista curva a mais de 100km por hora em pista aberta, ao final tem uma exposição com diversos carros da GM inclusive alguns protótipos de carros do futuro.


- Soarin: Filme que simula um voo de asa delta sobre a Califórnia, com vento e cheiros, a dica é para tentar ficar no topo (as cadeiras sobem) pois se você fica no meio ou em baixo consegue ver os pés das pessoas tirando um pouco da graça do simulador, durante a fila existe algumas telas para as pessoas ficarem jogando enquanto aguardam, apenas com sensor de movimento. Para encontra-lo é um pouco complicadinho pois fica dentro do pavilhão perto de uma praça de alimentação.


- Mission Space: Atração polêêêêmiiica que de todas as pessoas que eu conheço são poucas as que não passam mal, vou explicar o porquê, como ele é um simulador de lançamento de foguete o efeito da gravidade dele é muito forte, então algumas pessoas sentem enjoou e acabam passando mal, a sensação é de quando o avião decola e você acaba ficando pesado mas bem mais forte, eu particularmente gosto bastante, inclusive quando fui fiquei batendo os pés no chão porque fica com uma sensação realmente engraçada, mas acredito que sou uma das poucas. Para aqueles que não querem sentir a "pressão" tem uma versão mais light que é só pegar o cartão verde e seguir por esse caminho.


Na minha opinião essas são as 4 tops da lista, agora vou ser breve pra explicar aquelas atrações pra descansar que são essenciais nesse parque já que você anda de mais.

Primeiro a Capitain Eo que é um 3D do Michael Jackson que na minha humilde opinião tá absurdamente ultrapassado e demora de mais, 


Living with the land, que é um barquinho que mostra as novas tecnologias que permitem cultivo de alimentos preservando o meio ambiente, são 15 minutos de descanso, rs.

Para as crianças tem Journey into imagination que é um dragãozinho bem feinho,o brinquedo é um carrinho que anda em esteira, com uma musiquinha que gruda na cabeça e o The seas with nemo e friends, que é o mesmo esquema mas do nemo e bem mais legal! Vale ressaltar que na área do brinquedo do Nemo existem vários tanques com animais marinhos é muito grande e bonito, então vale a pena ir.



Existe um espaço para tirar fotos com os personagens da Disney e existe um pavilhão chamado innovations e lá tem um simulador de montanha russa chamado sum of all thrills, nela você monta sua montanha russa com loopings, subidas e descidas, depois um funcionário te da um cartão e você entra no simulador para sentir como ela seria de verdade, é muito legal, mas fica numa área escondidinha então não se esqueça de procurar.



Vou terminar falando do Club Cool, que é uma loja da Coca Cola, onde você pode experimentar diversos tipos de refrigerantes de todos os países, a maioria é horrível, mas tem alguns que são gostosinhos.


Em um post futuro, irei falar sobre os pavilhões dos países e o show noturno chamado Illuminations e eh isso ai ;)

 Tchau!